Carlos Roberto Maciel Levy

Crítico e Historiador de arte

  E-mail

Conteúdo  

Alegoria dedicada a dona Amélia de Leuchtenberg, 1830
Museu Imperial, Petrópolis

Comemorações

Louis-Alexis Boulanger circa 1800-1873
SESQUICENTENÁRIO DE NASCIMENTO EM 2000

Fixando-se no Rio de Janeiro, abriu nesta cidade, em 1829 — segundo indicação de José Roberto Teixeira Leite, em A Gravura Brasileira Contemporânea (1965) — a primeira oficina litográfica com fins comerciais, que recebeu o nome de Boulanger, Risso & Companhia. Dos trabalhos por ela executados, referiu-se José Maria dos Reis Júnior em A Pintura no Brasil (1944), a uma reprodução do Sistema Cranioscópico do Dr. Gall. A firma, que se situava a rua da Ajuda e foi visitada pelo imperador dom Pedro I após sua inauguração, não se manteve funcionando por muito tempo: com a abdicação de Pedro I e a partida de Carlos Risso para o Uruguai, e tornando-se Boulanger professor de caligrafia e desenho dos filhos do imperador, ela foi dissolvida em 1831.

Roberto Pontual
Extraído do livro Dicionário das artes plásticas no Brasil, Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 1969, p.82-83.



TEXTO
Copyright © sucessores de Roberto Pontual, 1969-2014

BIBLIOGRAFIA

MARQUES DOS SANTOS, Francisco. "Dois artistas franceses no Rio de Janeiro", Revista do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Rio de Janeiro, número 3, 1939, p. 136-148

Termos e condições Copyright © Carlos Roberto Maciel Levy 1995-2015. Todos os direitos reservados.